Províncias

Educação no Culango com mais salas

Jesus Silva | Lobito

A Administração Municipal do Lobito vai construir, na povoação do Culango, mais 42 salas para cobrir o défice existente e reduzir o número de crianças fora do sistema normal de ensino.

A Administração Municipal do Lobito vai construir, na povoação do Culango, mais 42 salas para cobrir o défice existente e reduzir o número de crianças fora do sistema normal de ensino.
O administrador Amaro Ricardo informou que as obras estão orçadas em 13 milhões de kwanzas. Anunciou que  vai ser igualmente reparada a ponte do Chimbambo. A par da reparação da ponte, a administração, em cooperação com outras instituições, adquiriu dois tractores para a recuperação do açude do Colango. A povoação vai beneficiar ainda de um jango comunitário. Está prevista ainda a inauguração de sistemas de água potável, nas povoações de Panga-Panga e Baixo Pundo e a construção de um chafariz, no Culango.
No domínio da saúde, disse o administrador, este ano é feita a ampliação do posto de saúde do Culango. O Governo Provincial está a incentivar, no município do Lobito, um programa pioneiro que visa levar os médicos às povoações e aldeias.
No âmbito do programa, na semana passada foram atendidas 347 pessoas, na aldeia da Caenda, Canjala, e nos próximos dias os médicos vão dar consultas à comuna do Culango. Na Canjala, serão colocados dois médicos permanentes para atender a população. Em coordenação com o Ministério do Ambiente, referiu vai ser construída uma escola ambiental.

Tempo

Multimédia