Províncias

Empresa de bebidas despede mais de 80 trabalhadores

A fábrica de bebidas “Soba Catumbela”, Sociedade de Bebidas de Angola, despediu , em Novembro último,  70 trabalhadores , devido à quebra acentuada nas vendas, apurou ontem a  Angop.

Fotografia: Edições Novembro

Além deste grupo, outros 25 trabalhadores afectos à Coca-Cola, do mesmo grupo, foram despedidos. O processo de despedimentos poderá
ter sequência no I trimestre de 2019, sendo que a indemnização dos trabalhadores com mais de 15 anos de serviço está estimado em mais de dois milhões de kwanzas cada.
A Sociedade de Bebidas de Angola é uma unidade fabril privada, que se dedica à produção de cerveja. Este ano, a fábrica, que tinha 410 trabalhadores, previa produzir 570 mil hectolitros de cerveja.
Em comunicado distribuído aos trabalhadores, a Soba Catumbela referiu que os clientes apresentam dificuldades
de pagamentos.
A nota refere que a Coca-Cola, sendo uma empresa profissional, deve adaptar-se ao contexto económico, daí enveredar, há vários meses, por um processo de reestruturação financeira. Abordado pela Angop, a propósito dos despedimentos, João Muteka, chefe dos serviços provinciais de Inspecção do Trabalho e Segurança Social, disse que a direcção da Soba Catumbela cumpriu com os procedimentos previstos por Lei.
“ Escreveram para nós e respondemos que estão no direito de assim o procederem, no quadro da salvaguarda das obrigações da gestão empresarial”, disse, contrariando a tese dos trabalhadores que alegam que este órgão de fiscalização não se inteirou da realidade.
Por seu lado, o secretário provincial do Sindicato das Indústrias de Bebidas de Benguela, Mário Rodrigues, disse não estar contra os despedimentos colectivos protagonizados nas duas unidades fabris, porém vai bater-se contra os procedimentos, por não obedecerem a norma legal.

Tempo

Multimédia