Províncias

Escola Deolinda Rodrigues foi reabilitada e ampliada

Jesus Silva | Lobito

A escola primária Deolinda Rodrigues, no bairro da Caponte, no Lobito, depois de ser totalmente reabilitada e ampliada, foi entregue na quinta-feira à repartição municipal da Educação e entra em funcionamento assim que retomarem as aulas, em Setembro.

A escola primária Deolinda Rodrigues, no bairro da Caponte, no Lobito, depois de ser totalmente reabilitada e ampliada, foi entregue na quinta-feira à repartição municipal da Educação e entra em funcionamento assim que retomarem as aulas, em Setembro.
A infra-estrutura dispõe de sala de reuniões para professores, campo polidesportivo para a prática de diversas modalidades e outras dependências.
A aluna Filisbina Alberto, em representação dos demais colegas, disse ser um orgulho ver a linda imagem que o edifício apresenta e agradeceu ao Governo Provincial por tudo o que tem feito para proporcionar excelentes condições de ensino e aprendizagem às crianças do município.
O administrador municipal do Lobito, Amaro Segunda Ricardo, que no passado também foi aluno daquele estabelecimento escolar, salientou que o Executivo está determinado em criar melhores condições para que as crianças estudem com dignidade. “Os alunos passam a estudar numa escola completamente renovada e com dignidade, com vedação correcta, portões, pintura, sanitários, campo de futebol e área administrativa para os professores”, realçou.
Para os próximos dias, está prevista a inauguração da escola do bairro II Chimbuila com 20 salas, no Morro da Rádio, com 16 salas e escola de formação de professores.
Armando Segunda Ricardo reconheceu que, com estes empreendimentos, o sector da Educação sai mais fortalecido e as crianças com idade escolar passam a ter um ensino com qualidade. O responsável exortou ainda a direcção das escolas a ser rigorosa na conservação e preservação dos estabelecimentos.
O director da escola, Jaime Kariongo, regozijou-se com as obras levadas a cabo pelo Governo Provincial para reabilitar, ampliar e apetrechar a escola, mas lembrou ser necessário a colaboração dos pais e encarregados de educação da comunidade para se manter a instituição limpa.

Tempo

Multimédia