Províncias

Escolas e sistemas de água inaugurados

António Gonçalves| Benguela

O município do Bocoio, na província de Benguela, dispõe desde o último fim-de-semana de três novos sistemas de captação e distribuição de água potável e quatro escolas, no âmbito dos programas de Investimento Público (PIP) e Água para Todos.

Mais crianças do município do Bocoio vão poder ser inseridas no sistema normal de ensino e aprendizagem a partir do próximo ano lectivo
Fotografia: António Gonçalves |Benguela

As escolas, três das quais localizadas na comuna do Passi, vão receber cerca de quatro mil alunos.
A cerimónia oficial de entrega das infra-estruturas sociais aconteceu na localidade de Lonjamba, onde as vias de acesso carecem de reabilitação. A comuna, que precisa também de um bebedouro para o gado e de antenas para a retransmissão dos sinais das operadoras telefónicas Unitel e Movicel, beneficiou de um sistema de captação e distribuição de água.
A localidade de Lomama também possui agora uma escola primária com seis salas de aula, com capacidade para receber 400 alunos em dois turnos, da iniciação à 6.ª classe.
Duas escolas, com seis salas de aula cada, e dois sistemas de captação e distribuição de água foram também inaugurados nas localidades de Chimbuititi e Luvale, na comuna do Passi, onde os encarregados de educação solicitaram às autoridades governamentais a criação de espaços desportivos, bem como a reabilitação das vias de acesso.
A localidade de Alto Henrique, na sede da comuna do Passi, passou a contar com uma escola primária, com 12 salas de aula, que vai beneficiar 2.417 alunos, em três turnos, da iniciação à 6.ª classe. As aulas vão ser ministradas por 64 professores.

Programa de governação

A administradora comunal do Passi, Joaninha António, defende a participação da família e da comunidade para que o sector da Educação atinja os seus objectivos. Segundo a administradora comunal do Passi, o conjunto de obras em curso no território sob a sua jurisdição constitui sinal de que o Governo Provincial e a Administração Municipal caminham na direcção certa, ao proporcionar escolas e sistemas de captação e distribuição de água, visando garantir melhor qualidade de vida à população.
“Estas inaugurações são respostas para aqueles que criticam as acções do Executivo, questionando o seu programa de governação”, defendeu a administradora comunal. Joaninha António convidou os empresários a investir na região, tendo em conta as suas potencialidades agro-pecuárias. Relativamente ao sector da Saúde, de acordo com a administradora, no âmbito do Programa de Investimentos Públicos tem sido dada atenção especial à construção civil e apetrechamento de infra-estruturas.

Actividade agropecuária

A comuna conta com um centro médico de referência, apoiado por uma ambulância. A actividade pecuária, de acordo com Joaninha António, segue a via do desenvolvimento depois da instalação de um banheiro de saneamento bovino e um centro de formação sanitária. O município do Bocoio recebeu na semana finda vários equipamentos de reparação do sistema de distribuição de água.
O material foi entregue pela direcção provincial da Energia e Águas à Estação de Tratamento de Água, no âmbito de um programa do sector que visa beneficiar, até 2017, oitenta por cento da população da província.
A directora provincial da Energia e Águas, Jandira Ribeiro, apelou à colaboração dos utentes da rede para a conservação dos sistemas de captação, tratamento  e distribuição, criados no âmbito do programa Água para Todos, que está a ser implementado em todos os municípios e comunas da província.

Tempo

Multimédia