Províncias

Estudantes frequentam estágios em empresas do ramo industrial

Jesus Silva | Lobito

Mais de cem antigos alunos do Instituto Médio Politécnico do Lobito, província de Benguela, começam, no dia 25 do corrente mês, a frequentar estágios em empresas do ramo industrial, com vista a prepará-los para o mercado de emprego.

Mais de cem antigos alunos do Instituto Médio Politécnico do Lobito, província de Benguela, começam, no dia 25 do corrente mês, a frequentar estágios em empresas do ramo industrial, com vista a prepará-los para o mercado de emprego.
“No próximo dia 25 deste mês, 109 ex-alunos deste instituto, que neste momento não estudam nem trabalham, vão começar a frequentar estágios em empresas do ramo industrial, nomeadamente Sonamet, Secil/Lobito, Lobinav, Sonango, Angoflex, Cuca, Coca-Cola, entre outras”, revelou o director do referido estabelecimento de ensino.
Neste momento, acrescentou, com a expansão do Pólo de Desenvolvimento Industrial da Catumbela (PDIC) e futuramente o do Biópio, a responsabilidade da instituição é maior no que concerne à formação média e básica da juventude e não só, para o asseguramento das empresas do ramo industrial existentes e que se estão a instalar na província, particularmente na cidade do Lobito.Na mesma vertente, o Instituto Médio Politécnico do Lobito realiza, de 13 a 16 do mês em curso, as segundas Jornadas de Ciência, Tecnologia e Cultura, para apresentar à comunidade empresarial, académica e social local os protótipos desenvolvidos pelos alunos finalistas dos cursos de petroquímica e metalomecânica, resultantes de actividades interdisciplinares.
O evento, promovido para saudar o quarto aniversário daquele estabelecimento de ensino, visa incentivar a actividade técnica, tecnológica e prática, através da elaboração e execução de projectos tecnológicos, auxiliando deste modo a construção e consolidação de conhecimentos.
Serão realizadas conferências técnico-científicas com vista à promoção do desenvolvimento da capacidade investigadora e inventiva dos alunos, promover o estreitamento da relação entre o instituto e o sector empresarial local, destacar a importância do livro e estimular o hábito da leitura.

Tempo

Multimédia