Províncias

Hospital melhora assistência médica

A entrada em funcionamento dos novos serviços do Hospital Municipal Central do Cubal vai conferir maior dignidade aos pacientes  dos municípios da Ganda, Caimbambo e Chongoroi, afirmou ontem o chefe de Repartição Municipal da Saúde, Domingos Elias Ngunga.

Dos serviços inaugurados pelo governador provincial, consta uma pediatria, fisioterapia e uma morgue, ampliadas e construídas na área correspondente ao Hospital Municipal Central do Cubal. Os empreendimentos custaram aos cofres do Estado 31 milhões de kwanzas, informou Domingos Elias Ngunga. Construídos no âmbito do Programa Integrado de Combate à Pobreza, os novos serviços oferecem oferecer melhores cuidados aos seus utentes.
A pediatria da unidade clínica tem capacidade de internamento de 30 doentes e um atendimento diário entre 50 a 60 pessoas em consultas externas, a morgue tem seis gavetas, enquanto a fisioterapia vai atender 103 pacientes, serviços outrora realizados apenas na sede da província de Benguela.
Noutra vertente, um total de 8.537 famílias dos municípios de Benguela e da Baía Farta foram sensibilizadas, em  2014, pela Organização Humanitária Internacional (OHI) para a importância da procura dos serviços de saúde, bem como do uso de mosquiteiro, no âmbito do Programa de Combate à Malária. O director executivo da Organização Humanitária Internacional, João Misselo, que falava ontem no acto de apresentação pública dos resultados obtidos em 2014, no programa de sensibilização porta a porta, disse que o número de famílias sensibilizadas permitiu igualmente a distribuição de 77.356 cartilhas sobre as causas e prevenção da doença.

Tempo

Multimédia