Províncias

Igreja Católica em Benguela com acções em prol da paz

Maximiano Filipe | Benguela

A Igreja Católica vai continuar a desenvolver acções significativas que visam promover o espírito de amor no seio da sociedade, preservação da paz e resgate dos valores cívicos, disse no domingo o vigário da diocese de Benguela, durante missa da Páscoa, que teve lugar na paróquia da Nossa Senhora de Fátima, em Benguela.

Resgate de valores entre as prioridades
Fotografia: Rogério Tuti | Edições Novembro

O padre Eduardo Alexandre disse ser fundamental que os fiéis tenham a vocação de se dedicar à acção de evangelização, pregando a mensagem da paz e da ressurreição de Jesus Cristo, no sentido de garantir a humanização da sociedade.
A Páscoa é o momento sublime em que os cristãos ressuscitam  com Jesus Cristo, um acontecimento histórico da Igreja, que permite às famílias viverem numa sã convivência, disse o padre Eduardo Alexandre, para sublinhar que o momento deve servir de reflexão, fraternidade, reconciliação e concórdia entre pessoas desavindas.
O padre Eduardo Alexandre reprovou “a forma descabida da corrida frenética para a conquista de bens materiais, que contraria a motivação espiritual para a tranquilidade da alma”. Segundo o vigário, “não se deve servir para prejudicar os outros, é necessário praticar a justiça e cultivar o mérito nos afazeres diários, facto que passa também pelo reforço da união entre os cristão, no sentido de serem vencidas todas as tentações quotidianas que perturbam o progresso da fé".
A missa foi antecedida por uma procissão, na qual participaram mais de três mil pessoas, membros do Governo provincial de Benguela, representantes de associações juvenis, seminaristas, teólogos e comunidades de leigos.

Tempo

Multimédia