Províncias

Incêndios causam prejuízos de 13 milhões de kwanzas

Maximiano Filipe / Benguela

O Serviço de Protecção Civil e Bombeiros na província de Benguela registou prejuízos avaliados em 13 milhões de kwanzas, como resultado de vários incêndios ocorridos durante os últimos sete dias.

Muitos acidentes na região são causados por negligência
Fotografia: Edições Novembro

De acordo com o inspector da corporação, Eduardo dos Santos, as ocorrências aconteceram nas cidades do litoral da província, concretamente no Lobito, Catumbela, Benguela, Caimbambo e Baía-farta, onde “a maior parte da população ignora as medidas de precaução”, na utilização do gás butano, cuidados com instalações eléctricas, velas, candeeiros, fósforos, isqueiros, entre outros objectos.

Eduardo dos Santos avançou à imprensa que o Serviço de Protecção Civil e Bombeiros registou, no período em referência, 12 incêndios, numa fazenda particular, outro numa padaria, igualmente privada.

As presumíveis causas são fogo posto por indivíduos não identificados e um curto circuito, devido ao mau estado da instalação eléctrica.Durante o mesmo período, o Serviço de Protecção Civil e Bombeiros prestou 158 serviços de socorro, 58 patrulhamentos e três vigias ao longo da orla marítima, 48 sensibilizações aos banhistas, 17 protecções em aeronaves e cinco evacuações de pacientes por diversas patologias.

O oficial da corporação informou ainda que o Serviço de Protecção Civil e Bombeiros realizou dez patrulhamentos, igual número de sensibilizações, quatro assistências diversas, duas evacuações de pacientes e um asseguramento, no total de 27 serviços de socorro.

Tempo

Multimédia