Províncias

Infra-estruturas de água aumentam na Baía-Farta

Maximiano Filipe| Benguela

Mais de dois mil habitantes da localidade deTalamajamba, município da Baía Farta, província de Benguela, deixaram de consumir, desde a semana passada, água retirada directamente das cacimbas, lagoas e rios, com a instalação de um sistema de captação e distribuição.

Fotografia: DR

O empreendimento, capacidade para bombear mais de 50 mil litros por hora, foi construído no âmbito do projecto de investimento públicos da província.
No acto de inauguração, o administrador municipal da Baía Farta, José Ferreira, disse que a população local deixou de percorrer cerca de nove quilómetros, até ao rio Cuporolo, em busca de água. “O Governo Provincial continua a dar prioridade ao processo de criação de condições essenciais nas comunidades rurais. Portanto, na medida em que vamos tendo disponibilidade financeira, procuramos me-lhorar as condições de vida das populações, particularmente no domínio da Saúde, Educação, Habitação, Energia e Águas, entre outros sectores”, disse o administrador.
José Ferreira apelou às autoridades tradicionais da localidade, encarregados de educação e coordenadores dos bairros para sensibilizarem os habitantes sobre a importância da preservação de infra-estruturas públicas.

Tempo

Multimédia