Províncias

Instituto Politécnico local conta com novo currículo

Sampaio Júnior | Benguela

O Instituto Superior Politécnico de Benguela (ISPB) vai, a partir do próximo ano, dispor de um gabinete de estudos sobre o desenvolvimento integrado das províncias de Benguela e do Kwanza-Sul.

O Instituto Superior Politécnico de Benguela (ISPB) vai, a partir do próximo ano, dispor de um gabinete de estudos sobre o desenvolvimento integrado das províncias de Benguela e do Kwanza-Sul.
“Para preencher as exigências de formação, em 2012 havemos de criar novos programas curriculares, onde nos propomos inserir um Gabinete de Estudos do Desenvolvimento do Território e Ambiente, que terá ao seu dispor estudos sobre o desenvolvimento integrado das províncias de Benguela e Kwanza-Sul”, enfatizou o director adjunto do ISPB, Mário Duarte.   
Falando em conferência de imprensa em Benguela, Mário Duarte assegurou que o ISPB está apostado na contínua capacitação do corpo docente e de outros técnicos.
Diante da demanda do mercado, o director adjunto do ISPB acrescentou que o instituto contará com um laboratório de análises clínicas para pessoas particulares. Em breve prestará igualmente serviços no domínio de análises à água e alimentos para testar a qualidade dos produtos postos ao dispor dos consumidores da região.
Inaugurada este ano, a instituição privada propõe uma educação superior de qualidade, tendo como objectivo preparar uma nova geração de profissionais capazes de dar resposta aos desafios de desenvolvimento, segundo Mário Duarte.
No âmbito da actividade científica, a nova instituição privada pretende ser um ponto de viragem no ensino universitário benguelense, onde a investigação científica será uma actividade decorrente da actividade normal de ensino.
Reconhecida a 5 de Agosto de 2011 pelo Ministério do Ensino Superior, Ciência e Tecnologia, a instituição privada, acrescentou, foi criada no âmbito do Programa de Crescimento do Ensino Superior Público ou Privado, da Região Académica de Benguela.

Tempo

Multimédia