Províncias

Interdita a circulação de pesados

Sampaio Júnior| Benguela

As autoridades do município da Ganda, em Benguela, interditaram, desde segunda-feira, a passagem de viaturas pesadas na ponte metálica sobre o rio Catumbela, por receio de desabamento, devido ao seu acentuado estado de degradação, soube o Jornal de Angola junto de Bartolomeu Dumbo, administrador adjunto daquela circunscrição.

As autoridades do município da Ganda, em Benguela, interditaram, desde segunda-feira, a passagem de viaturas pesadas na ponte metálica sobre o rio Catumbela, por receio de desabamento, devido ao seu acentuado estado de degradação, soube o Jornal de Angola junto de Bartolomeu Dumbo, administrador adjunto daquela circunscrição. Bartolomeu Dumbo explicou que a passagem de camiões de grande porte sobre essa ponte, construída em 1997, constitui hoje um eminente perigo, notando que as estruturas de apoio são dispositivos que já não suportam o intenso tráfego diário de veículos, sobretudo pesados. "Os equipamentos da estrutura metálica já não aguentam o peso dos camiões com tara acima de 30 toneladas. Algumas peças já saíram do lugar e a ponte está quase sem segurança", acentuou Bartolomeu Dumbo, acrescentando que a interdição da passagem do tráfego pesado vai manter-se até que os peritos do Instituto de Estradas de Angola (INEA) avaliem o estado da estrutura.  
O empresário do ramo de camionagem, António Joaquim, disse que tal situação era de esperar, por resultar de um desgaste natural, devido ao intenso trânsito registado nas últimas duas décadas.

Tempo

Multimédia