Províncias

Jornalistas abordam o empreendedorismo

A direcção da Rádio Benguela desenvolveu na quinta-feira uma acção de formação dirigida aos jornalistas na província, com o objectivo de contribuir para uma melhor compreensão e interpretação das acções ligadas ao empreendedorismo no actual contexto do país.

Papel da comunicação social no combate às drogas foi um dos temas em análise
Fotografia: Jornal de Angola

A direcção da Rádio Benguela desenvolveu na quinta-feira uma acção de formação dirigida aos jornalistas na província, com o objectivo de contribuir para uma melhor compreensão e interpretação das acções ligadas ao empreendedorismo no actual contexto do país.
A palestra subordinada ao tema “O Empreendedorismo” e enquadrada na jornada comemorativa do 36º aniversário da RNA, assinalado ontem, procurou preencher as necessidades de informação dos jornalistas sobre a criação de empresas e domínio de ferramentas a utilizar em iniciativas inovadoras de negócios.
António dos Santos, prelector da acção formativa, reconheceu que os jornalistas jogam um papel importante em qualquer parte do mundo, daí que devam estar capacitados para incentivarem o surgimento de mais empreendedores no actual estado de desenvolvimento da Nação. O director da Rádio Benguela, Lilas André Orlov, considerou fundamental o tema abordado para o dia-a-dia dos jornalistas, visto que a inovação tem dominado a actualidade no país.
“Não é possível realizar inovação sem as pessoas estarem preparadas na aplicação de instrumentos básicos sobre empreendedorismo, pois qualquer um pode desenvolver um negócio para ajudar o país a crescer e gerar felicidade às famílias”, justificou. Ontem, dia em que se assinalou o 36º aniversário da RNA, houve uma palestra sobre o “Papel da comunicação social no combate às drogas” e à “Influência da publicidade no consumo exagerado de bebidas alcoólicas”.
O 5 de Outubro celebra-se em recordação à primeira visita efectuada em 1976 às instalações da RNA, em Luanda, pelo primeiro Presidente de Angola, António Agostinho Neto. Como empresa pública, a Rádio Nacional de Angola, RNA,  tem, entre outros objectivos, garantir ao público o direito à informação e de igual modo, a promoção da cidadania, dos bons costumes, da solidariedade humana, dos valores culturais nacionais, o incentivo ao estudo e à descoberta permanente e à promoção do trabalho.

Tempo

Multimédia