Províncias

Kangamba oferece motos para prestar serviço de táxi

Jesus Silva | Lobito

O empresário Bento Kangamba ofereceu, na quinta-feira, na cidade do Lobito, as primeiras cem motorizadas para serviço de táxi de um lote de mil, que vai distribuir pelos jovens necessitados da província de Benguela.

O empresário Bento Kangamba ofereceu, na quinta-feira, na cidade do Lobito, as primeiras cem motorizadas para serviço de táxi de um lote de mil, que vai distribuir pelos jovens necessitados da província de Benguela.
O objectivo, disse o empresário, é o de criar condições para os jovens, com meios próprios, darem o primeiro passo para conseguirem autonomia financeira e não dependerem de terceiros que, frisou, muitas vezes os exploram e não os remuneram devidamente, colocando-os “em situação desconfortável no momento de apoiarem os lares”.
Com este gesto, referiu, queremos dar aos jovens mais necessitados da província de Benguela a oportunidade de terem um trabalho e rendimentos, que, bem geridos, lhes sirvam para entrar no mundo dos negócios.
“Só assim os jovens podem sustentar as famílias e ter dinheiro para as despesas de alimentação, educação e saúde”, declarou Bento Kangamba, que sugeriu ao governo provincial que promova mais programas sociais e económicos para a juventude, quer da cidade de Benguela, quer de outros locais, principalmente do interior.
O empresário acredita que se os  referidos programas forem bem desenvolvidos, pode se conseguir  que os jovens não enveredem por práticas nocivas, como a delinquência, o alcoolismo e a prostituição, que, ultimamente, têm preocupado os encarregados de educação, líderes religiosos, associações cívicas e a população em geral”.
Uma equipa do conselho municipal da juventude, juntamente com os próprios kupapatas, fez a selecção dos contemplados.
Domingos José, um deles, disse, ao Jornal de Angola, que agora tem a “ vida mais facilitada”, pois de manhã pode “ir à horta” e à tarde dedicar-se ao serviço de transporte de passageiros.

Tempo

Multimédia