Províncias

Katiavala Buila firma acordo com universidade portuguesa

Jesus Silva | Lobito

A Universidade Katiavala Buila, na província de Benguela, assinou naquela cidade um acordo de parceria com a Universidade do Porto (Portugal) para a criação do curso de Engenharia Mecânica no município da Catumbela.

Administradora municipal de Catumbela considerou a Faculdade de Engenharia Mecânica uma gran imponente obra técnica
Fotografia: Jesus Silva

A Universidade Katiavala Buila, na província de Benguela, assinou naquela cidade um acordo de parceria com a Universidade do Porto (Portugal) para a criação do curso de Engenharia Mecânica no município da Catumbela.
Albano Ferreira, reitor da Universidade Katiavala Buila, disse ontem ao Jornal de Angola que se trata apenas de um dos muitos acordos que estão a ser firmados com algumas universidades portuguesas, no sentido de se proporcionar um currículo inovador na futura instituição.
Um dos objectivos destes acordos, segundo o responsável, é fazer com que possam vir a Angola docentes supervisores para as 14 disciplinas a ser leccionadas no primeiro ano.
O responsável referiu também que no quadro da cooperação pretende-se enviar a Portugal técnicos angolanos, que vão trabalhar nos laboratórios da Faculdade de Engenharia Mecânica, sobretudo jovens que terminaram o curso médio de Mecânica, para se formarem em instituições congéneres.
Albano Ferreira afirmou que está a ser feito um levantamento sobre a disponibilidade de profissionais a nível da província de Benguela, com vista a permitir que o primeiro curso da referida Faculdade, que arranca já em 2012, tenha um número considerável de docentes nacionais.
A par destes acordos, lembrou, foi criada uma comissão que funcionou como conselho científico, constituída por profissionais e engenheiros ligados a várias indústrias da província, com o objectivo de contextualizar o futuro curso, para não ser um projecto totalmente importado, mas sim adaptado à nossa realidade.
O curso de Engenharia Mecânica vai ser subdividido em duas etapas: três anos de bacharelato e mais dois de licenciatura, o que perfaz, no seu todo, cinco anos.


Obra imponente


A administradora municipal da Catumbela, Filomena Pascoal, considerou a futura Faculdade de Engenharia Mecânica uma grande obra técnica e imponente, onde foram pensados todos os pormenores, correspondendo às expectativas do Executivo. A responsável fez estas declarações no final da sua primeira visita de campo àquele empreendimento, referindo que o mesmo vai ser um orgulho para todos os habitantes da Catumbela e da província em geral.
A administradora recebeu informações do empreiteiro sobre o que está a ser projectado e como vai funcionar a futura instituição de ensino superior.
Acompanhada do reitor da Universidade Katiavala Buila, Filomena Pascoal percorreu os diversos departamentos e secções que compõem a instituição, como a área administrativa, salas, dormitórios, cozinha, refeitório, casas de banho, zonas de lazer, entre outras.
Fernando Baptista, empreiteiro da obra, garantiu que a execução física dos trabalhos que tiveram início em 2010 está acima dos 70 por cento e que vão ser respeitados os prazos inicialmente estipulados, que indicam Março de 2012 como data para a sua conclusão.
A Faculdade de Engenharia Mecânica da Catumbela prevê iniciar o primeiro ano com a matrícula de mil alunos da região. O país passa assim a ter cinco instituições de ensino superior do género, que estão a ser erguidas na Catumbela (Benguela), Sumbe (Kwanza-Sul), Lubango (Huíla), Bengo e Huambo.

Tempo

Multimédia