Províncias

Mais estudantes entram no ensino profissional

Cerca de 7.700 estudantes vão ser inseridos, a partir do próximo ano lectivo, no ensino médio técnico-profissional na província de Benguela, graças à entrada em funcionamento de quatro novos Institutos Médios Politécnicos construídos pelo Governo Provincial.

Cerca de 7.700 estudantes vão ser inseridos, a partir do próximo ano lectivo, no ensino médio técnico-profissional na província de Benguela, graças à entrada em funcionamento de quatro novos Institutos Médios Politécnicos construídos pelo Governo Provincial.
O vice-governador para os Serviços Técnicos e Infra-estruturas, António Henrique Calengue, esclareceu que se trata dos institutos médios politécnicos, cujas obras estão em fase final de construção nos municípios de Baía Farta (litoral), Balombo, Cubal e Ganda (interior).
Na província está ainda em curso a edificação de escolas básicas de formação agrícola do Cavaco, nos arredores da cidade de Benguela, da povoação do Alto Capaca, no Cubal, Caimbambo e Chongoroi, e das pescas na Baía Farta.
A inauguração destas escolas, segundo o governante, vai permitir a entrada de outros 1.260 jovens no ensino técnico-profissional básico, em 2013, o que é um valor acrescentado na formação dos jovens da província. António Henrique Calengue informou que a construção dos institutos politécnicos e escolas vocacionadas para a formação técnico-profissional média e básica na província de Benguela é um sinal da atenção do Governo.

Tempo

Multimédia