Províncias

Mais vias em reparação na província de Benguela

Maximano Filipe | Benguela

A circulação automóvel a nível de várias localidades da província de Benguela vai conhecer dias melhores, nos próximos tempos, com o fim dos trabalhos de reabilitação de centenas de quilómetros das principais estradas que atravessam aquela parcela do país.

O Ministério da Construção rubricou já, na semana finda, os contratos para a edificação das estradas, em que se prevê a reabilitação do troço rodoviário que liga a comuna do Egito-Praia à localidade da Praia da Eva, localizada no desvio da Estrada Nacional 100, numa extensão de 38 quilómetros.
Esta obra, adjudicada à empresa PlanaSul, empreiteira que garante a conclusão dos trabalhos num prazo de 18 meses, está avaliada em mais de três mil milhões de kwanzas.
Outra intervenção é efectuada no troço Bocoio/Chila/Atome, na Estrada Nacional 110, numa extensão de 81 quilómetros.
Os referidos trabalhos, a cargo da empresa Carmon, estão avaliadas em mais de seis mil milhões de kwanzas e têm duração de 24 meses.
Na estrada nacional número 107, o contrato prevê a reabilitação e a pavimentação de 80 quilómetros do troço que liga o município do Chongoroi ao Cubal. O valor global da empreitada é de seis mil milhões de kwanzas e é realizada em 18 meses pela empresa Minuila.
O contrato foi assinado pelo director nacional para infra-estruturas rodoviárias do Ministério da Construção, Carlos Rocha, na cidade de Benguela, de acordo com o programa geral de projectos estruturantes e considerados prioritários para a melhoria das estradas nacionais 100, 107 e 110.
Na base do contrato das empreitadas para a execução das obras estima-se que cerca de 438 novos empregos foram criados, com vagas a serem principalmente ocupadas por jovens da região.

Tempo

Multimédia