Províncias

Morgue do hospital com insuficiência de pessoal técnico

A morgue do Hospital Municipal de Caimbambo, na província de Benguela, está sem pessoal técnico para o manuseamento de cadáveres, anunciou ontem naquela circunscrição o director clínico da unidade sanitária. 

O director clínico do hospital municipal de Caimbambo, Francisco Liro, referiu que os serviços da maior unidade sanitária de Caimbambo estão assegurados por apenas dois técnicos.
A casa mortuária, que funciona há mais de um ano, possui capacidade de conservação de seis cadáveres e tem necessidade do aumento do seu pessoal.

Activistas comunitários


Activistas comunitários do município de Caimbambo frequentam, desde segunda-feira  e até amanhã, um seminário de saneamento básico.
O seminário, com a duração de três dias, visa actualizar os conhecimentos dos agentes  comunitários locais em matéria de saneamento básico do meio e gestão dos resíduos sólidos.
No encontro são abordados, entre outros temas, os relacionados com higiene pessoal e comunitária, construção de latrinas, limpeza, como tratar a água para o consumo humano.A gestão de resíduos sólidos, limpezas das residências também vão ser abodado no seminário, promovido pela Administração Municipal, que tem como prelector Castilho Singelo.

Tempo

Multimédia