Províncias

Município necessita de enfermeiros

O sector da Saúde no Bocoio precisa de mais 600 técnicos até 2017 para garantir uma assistência sanitária eficiente, anunciou, na cidade do Lobito, em conferência de imprensa, a administradora municipal.

Deolinda Valiangula disse que a assistência sanitária no município, com 156.583 habitantes, é garantida por 201 trabalhadores, 16 dos quais médicos, número considerado insuficiente para as necessidades diárias do sector.
A administradora afirmou que o sector na região tem sete centros médicos, dez postos de saúde e três ambulâncias.
Apesar da falta de um hospital municipal, referiu, os constrangimentos verificados em 2013 a nível dos cuidados primários são minorados com a atribuição de uma verba autónoma à repartição de Saúde no valor de 15 milhões de kwanzas.

Tempo

Multimédia