Províncias

Ordem dos Pastores elege representantes

Jesus Silva| Lobito

A Ordem dos Pastores Evangélicos de Angola (OPEA) conta a partir de agora com uma representação provincial em Benguela, depois da tomada de posse do conselho local.

Empossado pelo presidente nacional da OPEA, Pedro de Boaventura, o conselho provincial do grupo em Benguela é constituído por Eliseu Júnior, no cargo de presidente, Juliano Sassoma, vice-presidente, Afamado Augusto, secretário executivo, e Henriqueta Filipe, tesoureira.
A nível de Benguela, a OPEA controla dez denominações religiosas, constituídas por 44 pastores. Em todo o país, a Ordem tem inscrita mais de 150 congregações cristãs de oito províncias.
Os responsáveis da Ordem dos Pastores Evangélicos prevêem dar posse ao conselho provincial da Ordem de Pastores Evangélicos do Uíge, como anunciou Pedro de Boaventura. O presidente da Ordem disse que a igreja angolana enfrenta, neste novo milénio, grandes desafios, que exigem unidade de espírito de pensamento e de acção.
Por este motivo, apelou para que se conjugue esforços que visem na unificação da classe de pastores, sem distinção de raça e religiosa. Pedro de Boaventura adiantou que dentro das suas atribuições, a OPEA promove os laços de unidade da classe, defende o prestígio e a dignidade dos pastores na sociedade e nas instituições do Estado angolano.

Tempo

Multimédia