Províncias

Preparadas terras aráveis

Mais de cinquenta mil hectares de terras aráveis estão em preparação, no município da Ganda, no quadro do lançamento da produção da campanha agrícola 2015-2016, disse, ontem, o responsável da Estação de Desenvolvimento Agrário na Ganda (EDA),

Manuel Tchitumba  afirmou que, nessa área vão ser produzidos diversos cereais, hortícolas e legumes,  em função da capacidade técnica instalada. “O processo, cuja planificação incidiu no trabalho das zonas de influência técnica, a implementar nos programas de extensão do desenvolvimento rural e de fomento, conta com envolvimento de 26.744 famílias camponesas”.
São necessárias 50 toneladas de sementes de milho, 30 toneladas de feijão e 500 toneladas de fertilizantes, para o êxito do processo, mas a chegada tardia das sementes pode inviabilizar o desenvolvimento da campanha, explicou o responsável da Estação de Desenvolvimento Agrário na Ganda, que apelou aos agentes económicos a intervirem nesse processo, com a cvenda de equipamentos agrícolas aos agricultores, para além de prestarem assistência técnica directa à EDA no campo.
“Existe um programa de recuperação e construção de açudes, de modo a garantir o sistema de irrigação de alguns campos agrícolas, situados juntos aos rios, para precaver o cíclico de fenómeno das estiagens”, prosseguiu o responsável da Estação de Desenvolvimento Agrário na Ganda, que salientou a existência do perímetro irrigado da aldeia de Katamba, na comuna do Casseque, com capacidade para 250 hectares, bem como outras valas, nas áreas de Tchimbuba (Chikuma) e de Kalondende que, uma vez recuperadas, irrigam mais de 800 hectares na região.
Manuel Tchitumba anunciou a abertura do crédito de campanha, junto das agências bancárias, para apoiar os agricultores face à diversificação da economia no .

Tempo

Multimédia