Províncias

Prevenção de calamidades é analisada em seminário

Maximiano Filipe| Benguela

O Governo Provincial de Benguela iniciou os trabalhos de estruturação de um plano estratégico de prevenção contra catástrofes naturais, anunciou ontem o  vice-governador para a esfera Técnica e Infra-estruturas.

Casas em zonas de risco são preocupação
Fotografia: Nilo Mateus

Victor Moita falava durante o seminário sobre Elaboração do Plano Provincial de Preparação e Contingência Face às Calamidades e Desastres (2015-2019), uma acção promovida pela Comissão Nacional de Protecção Civil, desde terça-feira até ontem.
O vice-governador provincial disse que está a ser desenvolvido o levantamento geral das localidades, para facilitar a elaboração da carta de risco, de modo a prevenir a população contra os riscos provocados pelas catástrofes naturais em todos os municípios da província.
Victor Moita avançou que a estruturação do presente instrumento começou a nível do município do Lobito, com a elaboração da Carta Geral de Risco, tendo em conta as últimas ocorrências de 11 de Março de 2015, em que as chuvas provocaram a destruição de infra-estruturas e a morte de muitas pessoas.
O vice-governador provincial do Cuanza Norte disse que se pretende que a população viva em zonas mais seguras, urbanizadas, onde a qualidade de vida se faça sentir.
Victor Moita referiu que as actividades de levantamento das localidades, o registo   e o modelo de identificação das zonas de risco têm a colaboração de equipas técnicas do Governo e das administrações municipais.
O vice-governador provincial apelou aos administradores municipais e às autoridades tradicionais para contribuírem para a execução prática do plano geral de distribuição de terrenos, de modo a acabar com a cedência de parcelas em zonas de risco, por ser ilegal.
No seminário  foram debatidos temas sobre o Plano Nacional de Preparação, Resposta e Recuperação de Calamidades, Contingência, Desastres (2015-2019) e o processo de planeamento provincial, e analisadas questões ligadas ao conceito geral e especifico sobre o mesmos documentos e o seu impacto máximo no território da província de Benguela.

Tempo

Multimédia