Províncias

Profissionais de saúde aperfeiçoam as técnicas

Maximiano Filipe | Benguela

As técnicas de prevenção e controlo da malária em mulheres grávidas residentes em comunidades do interior de Benguela estão a ser reforçadas, num seminário para 15 profissionais de saúde dos municípios do Lobito e Catumbela.

Autoridades querem baixar o número de casos de mortes causadas por malária
Fotografia: Dombele Bernardo

A actividade decorre nas instalações do Hospital Municipal da Catumbela e inscreve-se no quadro do plano de formação diversificada sobre os cuidados primários, levado a cabo pelas duas repartições municipais de Saúde, em parceria com os Serviços Religiosos Católicos (CRS).
Durante a formação, os técnicos discutem, entre outros assuntos, questões relacionadas com a prevenção e controlo da malária na gravidez e a educação para a saúde geral.O tratamento intermitente e preventivo, a utilização de mosquiteiros tratados com insecticidas, o diagnóstico e cura de casos oportunistas, constam igualmente das questões em análise.
A responsável pelos programas de saúde pública da Catumbela, Maria da Conceição, disse que a acção formativa faz parte do cumprimento do plano geral do Ministério da Saúde, relativo ao aumento da qualidade da saúde materno-infantil.Maria da Conceição salientou que o seminário visa ainda avaliar a intervenção do sector junto das comunidades e reforçar os conhecimentos sobre os cuidados primários de saúde.

Tempo

Multimédia