Províncias

Profissional esclarece as idades de vacinação

A médica de saúde pública no município da Catumbela, na província de Benguela, alertou que a campanha de vacinação tripla (sarampo, poliomielite e vitamina A), que hoje começa e vai decorrer até 5 de Outubro, se destina a crianças com menos de dez, conforme recomendam os manuais da vacinação.

Maria da Conceição, também directora de Programas de Saúde Pública na região, explicou que a vacina contra o sarampo se destina a crianças dos seis meses aos nove anos e 11 meses mais 29 dias, estando de fora aquelas que tenham dez anos no dia da vacinação, ou no anterior.
Quanto à vitamina A, o procedimento é similar, mas destina-se a crianças a partir dos seis meses e menores de cinco anos, ou seja, quatro anos, 11 meses e 29 nove dias, não devendo ser vacinadas as que tenham completado os cinco anos de idade, ao passo que a vacina contra a poliomielite está indicada dos zero a menores de cinco anos.
A médica alertou para importância de se divulgar esta informação aos pais e encarregados de educação, de modo a facilitar o trabalho das equipas de serviço, uma vez tem havido informações que apontam para o interesse de vacinar crianças com dez anos.
“Isso decorre daquilo que está superiormente estabelecido e, tendo em conta o trabalho conjunto com a OMS, foi definido que, independentemente do estado de imunização das crianças abrangidas, elas devem ser beneficiadas por esta etapa de vacinação”.
Sobre as crianças que nesta campanha vão ser vacinadas entre os seis e oito meses de idade, realçou que deve ser recomendado às mães que tão logo os filhos completem um ano de vida devem ser levadas à vacinação de rotina, disponível em diversos centros hospitalares.
Para esta campanha de vacinação, o município da Catumbela dispõe de 570 agentes de vacinação, entre técnicos e voluntários, repartidos em 114 equipas que tencionam vacinar 90 mil crianças, em três doses diferentes (sarampo, poliomielite e vitamina A). 
Para a dose contra o sarampo está previsto vacinar 87.380 crianças, dos seis meses a menores de dez anos menos um dia, contra a poliomielite 51.074, dos zero aos cinco anos menos um dia, e a vitamina A, a 48.520.  Escolas, orfanatos, creches, mercados, entre outras zonas de maior concentração de crianças, vão ser as principais áreas de vacinação.
A campanha de vacinação contra o sarampo na província de Benguela foi oficialmente lançada no sábado no município do Balombo, em acto presidido pelo chefe do departamento de luta contra grandes endemias, Nelson General.

Tempo

Multimédia