Províncias

Rede escolar e sanitária vai ser alargada na região

O administrador municipal da Ganda, província de Benguela, António Kapewa Kalianguila, apelou, na comuna de Babaera, à colaboração das comunidades no alargamento das redes escolar e sanitária, com vista a atender a procura que registam os sectores de Educação e Saúde.

Autoridades locais estão preocupadas com número de crianças fora do sistema normal do ensino
Fotografia: Eduardo Pedro

Falando depois da visita  à comuna de Babaera, o responsável disse ter constatado ia nexistência  de postos médicos e escolas em povoações distantes das sedes comunais, pelo que considera que devem ser encontradas soluções, mormente a construção de infra-estruturas com a comparticipação das comunidades.
“Os postos médicos, embora exijam maior rigor na sua construção, será um esforço a ensaiar, para paulatinamente se poder minimizar a ausência de infra-estruturas sanitárias, em número desejável, para atender as populações”, disse. O administrador anunciou, para os próximos dias, o começo da recuperação de algumas vias de acesso, com investimento baseados em projectos de intervenção local, visto que as de maior dimensão obedecem a intervenção de outras estruturas governativas.
Durante a sua estada, o administrador da Ganda inspeccionou o estado físico e funcional de escolas do ensino primário, dois centros e um posto médico, na sede comunal, Alto Catumbela e povoação da Canjola que clamam por reabilitação.
Nesta sua primeira deslocação à Babaera, constatou o funcionamento de dois centros de captação e distribuição de água potável, e visitou uma lavra da Associação Camponesa da Chikuma, cujo processo de irrigação se encontra interrompido, devido às obras na estrada Babaera-Ebanga.

Tempo

Multimédia