Províncias

Ruas da cidade da Ganda com novo tapete asfáltico

O Governo Provincial de Benguela vai investir três mil milhões de kwanzas nas obras de colocação do novo tapete asfáltico das ruas da cidade da Ganda, revelou o administrador municipal, Caetano Mateus Lopes.

Principais artérias da cidade de Benguelza vão beneficiar de um novo tapete asfáltico
Fotografia: Jornal de Angola |

Caetano Lopes, ao falar no fórum municipal de auscultação da juventude, disse que o processo de execução das obras, numa extensão de 28 quilómetros de circuito fechado, pode arrancar em princípios do próximo ano, altura em que são disponibilizadas as verbas.
Segundo o responsável, nesse momento estão apenas criadas as condições técnicas das vias, nos bairros periféricos da cidade, enquanto a reparação de lancis e requalificação de ruas urbanas e suburbanas estão previstas para 2014.
No encontro, que juntou 200 jovens de vários estratos sociais, foram apresentados como principais preocupações a requalificação dos bairros periféricos da cidade da Ganda, a falta de saneamento básico do meio, habitação, terrenos para ­construção própria, reservas escolares, energia eléctrica, faculdades e aumento de cursos de biologia e química no ensino superior existente na província.
Durante o encontro, foi manifestada a preocupação dos atrasos na conclusão de obras de construção e reabilitação de infra-estruturas sociais, como a do Palácio da Justiça, clube recreativo, hospital regional, jardim, as 50 residências sociais, das 200 previstas, assim como as queimadas anárquicas.
Os presentes mostraram-se ainda inquietos com a delinquência juvenil, cujo desemprego e alcoolismo são as principais causas da situação, tendo aconselhado à administração da Ganda criar acções que visam atrair mais investidores, para o desenvolvimento da região e contribuir para a absorção da força de trabalho desocupada.
A falta de centros culturais e de outros locais de lazer e criação de políticas de apoio para a massificação cultural e desporto foram outros aspectos levantados pelos jovens.

Tempo

Multimédia