Províncias

Seca no Bocoio está a provocar muitos prejuízos

Mais de 55 mil hectares de milho e feijão ficaram totalmente perdidos no Bocoio, 102 quilómetros a nordeste da cidade de Benguela, devido à seca.

Mais de 55 mil hectares de milho e feijão ficaram totalmente perdidos no Bocoio, 102 quilómetros a nordeste da cidade de Benguela, devido à seca.
De acordo com o administrador municipal adjunto do Bocoio, João Samuel Herculano Neto, que falava à Angop após uma visita à Cooperativa Agro-Pecuária Nguendevando, na povoação de Cavimbi, os 55 mil hectares destruídos pela seca englobam, além da sede municipal, as quatro comunas, nomeadamente Chila, Monte Belo, Cubal do Lumbo e Passe.
João Herculano Neto informou que os caudais dos principais rios baixaram consideravelmente nos últimos dias e os pequenos riachos acabaram por secar, por falta de chuva há mais de dois meses.
A Cooperativa Nguendevando, da povoação de Cavimbi, tem um total de 156 hectares para o cultivo da batata rena, tomate, cebola, alho, pimento, couve e repolho, segundo o administrador municipal adjunto.

Tempo

Multimédia