Províncias

Serviço de Anatomia Patológica em funcionamento

Jesus Silva | Lobito

O Hospital Geral do Lobito conta este ano com um novo laboratório de anatomia patológica, que permite fazer exames extemporâneos durante as intervenções cirúrgicas e determinar as causas das patologias que levaram um doente a falecer.

Com novos equipamentos a assistência médica e medicamentosa será mais eficaz no hospital do Lobito
Fotografia: Rogério Tuti

O Hospital Geral do Lobito conta este ano com um novo laboratório de anatomia patológica, que permite fazer exames extemporâneos durante as intervenções cirúrgicas e determinar as causas das patologias que levaram um doente a falecer.
Paulo Cachimbombo, director-geral do hospital informou que o laboratório funciona com duas médicas especialistas em anatomia patológica e dá apoio permanente às equipas médicas que precisam de confirmar diagnósticos. O Hospital Geral do Lobito responde às necessidades de saúde de toda a região norte da província de Benguela atendendo as populações dos municípios do Balombo, Bocoio e Lobito.
“ É necessário aumentar o número de técnicos angolanos para tomarmos conta da maternidade, pediatria e ficarmos mais à vontade, pensando que qualquer superação que estamos a fazer são os quadros angolanos que estão a tomar conta do nosso município”, dosse Paulo Cachimbombo.
O director-geral do hospital deu a conhecer que brevemente é reaberto o Centro de Estomatologia do Lobito, localizado na zona comercial da cidade. As obras de reabilitação estão concluídas e para a abertura da unidade falta apenas a montagem dos equipamentos.
Paulo Cachimbombo que falava no âmbito das perspectivas daquela unidade hospitalar para 2011, informou que o centro vai contar com um médico dentista, dois técnicos estomatologistas e uma médica especializada em próteses dentárias.
“Há melhorias em termos de orçamento, o que nos possibilita reparar os meios de diagnóstico danificados do laboratório de análises clínicas, RX e banco de urgência, que conta com aparelhos sensíveis”, disse Paulo Cachimbombo.
O Hospital Geral do Lobito conta actualmente com 42 médicos, nas especialidades de clínica geral, pediatria, ginecologia e obstetrícia, dermatologia, estomatologia, oftalmologia, anestesia e reanimação, anatomia patológica e urologia. O hospital tem ao seu serviço 223 enfermeiros, entre graduados, gerais e auxiliares.
O director-geral do Hospital do Lobito revelou que a unidade conta este ano com os primeiros licenciados em enfermagem.

Tempo

Multimédia