Províncias

Suspeita de cólera no Bocoio

As autoridades da comuna de Monte Belo e da povoação de Fasil, 102 quilómetros a nordeste da cidade de Benguela, investigam, desde o princípio da semana finda, uma suspeita de ressurgimento de surto de cólera na localidade.

As autoridades da comuna de Monte Belo e da povoação de Fasil, 102 quilómetros a nordeste da cidade de Benguela, investigam, desde o princípio da semana finda, uma suspeita de ressurgimento de surto de cólera na localidade.
O chefe da repartição municipal da Saúde, Nicolau Silongua, disse sábado que na comuna de Monte Belo foram registados nove casos de suspeita de cólera.
 Os doentes apresentam sintomas como vómitos e diarreia, que causaram já dois mortos, sendo um na comuna de Monte Belo e outro na povoação de Fasil.
Todavia, apurou a Angop junto de uma fonte sanitária, não foi confirmado até ao momento o diagnóstico de cólera. 
Nicolau Silongua explicou que nem sempre a diarreia e os vómitos estão associados à cólera, conforme as comunidades interpretam, podendo tratar-se de uma ligeira limpeza do estômago e intestinos, doença causada muitas vezes pelo consumo de água imprópria. Deu a conhecer que o sector já tem um vasto programa de educação das comunidades sobre as medidas de prevenção das doenças e a promoção de higiene comunitária.
 Aconselhou os munícipes a ferverem a água para o consumo como um dos métodos adequados.

Tempo

Multimédia