Províncias

Técnicos aprimoram estratégias no Lobito

Jesus Silva | Lobito

A repartição municipal da Saúde do Lobito está a capacitar enfermeiros, de unidades hospitalares estatais e privadas, sobre medidas preventivas contra o vírus do ébola, assegurou quinta-feira o chefe do referido sector naquela parcela da província de Benguela.

Joaquim Zeferino avançou que os técnicos vão servir de agentes comunitários para transmitir a mensagem sobre as formas de prevenção e combate à doença nas zonas periféricas e rurais.
O chefe da repartição municipal disse ainda que a formação visa preparar os quadros para intervenção em caso de um eventual caso de ébola em toda a extensão do município, assim como para prestar apoio às localidades próximas à região.
Para que a acção atinja um maior efeito nas comunidades, as autoridades tradicionais, (os sobas e seculos) e religiosas também vão ser mobilizadas no sentido de sensibilizarem as populações sobre os perigos da doença, formas de evitar a sua propagação, uma vez que o ébola provoca morte em curto espaço de tempo, após a contaminação.
Em África, os países mais afectados pela doença, que já causou mais de 1.500 mortes, são a Libéria, Guiné Conacri, Serra Leoa, Nigéria e República Democrática do Congo.

Tempo

Multimédia