Províncias

Toxicodependentes carecem de meios para recuperação

O director do Centro de Recuperação da Cruz Azul em Benguela, disse, à Angop, estar preocupado com a falta de condições básicas para o atendimento dos pacientes.

O director do Centro de Recuperação da Cruz Azul em Benguela, disse, à Angop, estar preocupado com a falta de condições básicas para o atendimento dos pacientes.
Castilho Singelo afirmou que o centro, que recupera toxicodependentes, tem dificuldades em termos de alimentação, assistência médica e medicamentosa, instalação e de meios de transporte para pacientes e de equipamento para a formação profissional.
“Em caso de um doente ter uma enfermidade que o centro não possa resolver, temos dificuldades de o transportar para o Hospital  Geral”, disse.
O centro, nos arredores da cidade de Benguela, assiste mais de 500 pessoas de ambos os sexos, entre 11 aos 50 anos.
A delegação provincial de Benguela da Cruz Vermelha de Angola apoia também outras pessoas em situação de vulnerabilidade, como orfãos, viúvas e deficientes físicos, em bens de primeira necessidade, como comida, roupa e medicamentos, que têm permitido minimizar as dificuldades. 

Tempo

Multimédia