Províncias

Administração dá prioridade à Chimbamba

José Chaves |Andulo

A povoação de Chimbamba, na comuna de Cassumbi, consta das prioridades do Programa Municipal Integrado de Desenvolvimento Rural e Combate à Fome e à Pobreza do Andulo, para o ano de 2012.

A povoação de Chimbamba, na comuna de Cassumbi, consta das prioridades do Programa Municipal Integrado de Desenvolvimento Rural e Combate à Fome e à Pobreza do Andulo, para o ano de 2012.
A administradora municipal do Andulo, Maria Lúcia Chicapa, disse na quinta-feira que a localidade vai registar, nos próximos tempos, alguma melhoria, quanto aos aspectos relacionados com os serviços básicos para a população, principalmente nos sectores da saúde e educação.
A falta de escolas e postos de saúde para atender os mais de dois mil habitantes, distribuídos pelas aldeias de Kuanda, Katala, Kumbi, Katato e a ombala de Chimbamba, é das principais preocupações dos habitantes e das autoridades locais, dai os esforços que vão ser envidados para se ultrapassar a situação, disse Lúcia Chicapa.
A povoação localiza-se na confluência dos rios Cutato e Kwanza e tem uma população de origem étnica umbumdu, kimbundu e suela, que se dedica maioritariamente à pesca, caça e à agricultura. O cultivo da mandioca é predominante, mas a população dedica-se igualmente à produção do milho e feijão para complementar a sua dieta alimentar.
Rica em minerais, vegetação e animais selvagens, que se vislumbram entre as colinas de Chimbamba, a localidade encontra-se numa região rochosa e com outros obstáculos criados pela falta de estradas, por ravinas e montanhas.

Tempo

Multimédia