Províncias

Administradas vacinas contra o cancro uterino

Matias da Costa | Cuito

O serviço nacional de prevenção e controlo do cancro do colo uterino disponibilizou a 27 de Agosto, no Cuito, Bié, mais de 50 doses de vacinas contra a doença, destinadas a jovens do sexo feminino, com idades compreendidas entre os 9 e os 14 anos.

Na ocasião, o director provincial da Saúde, João Campos, considerou de transcendente importância o gesto da vacinação, tendo em atenção os registos de casos notificados e as mortes ocorrida por esta doença.
João Campos lembrou, também, que estão em curso estudos para expandir a actividade com vista a atingir outras idades.
O director da Saúde no Bié reconheceu, por outro lado, o aumento dos casos na província, sem revelar o número de mortes. João Campos garantiu que, através de uma parceria com o gabinete nacional de prevenção e controlo do cancro do útero, decorre uma fase de formação para técnicos da área, com vista ao rastreio da doença, adiantando que as repartições municipais de Saúde efectuam a microplanificação das necessidades de vacinas, para prosseguirem com o projecto de prevenção do cancro no útero.
O responsável do Gabinete de Prevenção e Controlo da Doença lamentou o facto de a província do Bié continuar a liderar o gráfico dos casos. Joaquim Dunas referiu que várias doentes chegam a Luanda em estado bastante crítico, acabando por falecer. Por isso, assegurou que o gabinete que dirige vai continuar a promover campanhas de sensibilização dirigidas à prevenção e tratamento do cancro do colo uterino.  
No Bié existe apenas uma médica, de nacionalidade cubana, especialista no tratamento da doença, e com quem a direcção da Saúde está a coordenar actividades para que se identifiquem os casos e se previna a ocorrência do mal.

Tempo

Multimédia