Províncias

Administradores terminam o curso sobre gestão

Matias Costa | Cuito

Sessenta e três administradores comunais e seus adjuntos da província do Bié terminaram, sábado, no município de Chitembo, acção de formação sobre procedimentos administrativos ministrado por técnicos do Instituto de Formação Administrativa Local (IFAL).

Sessenta e três administradores comunais e seus adjuntos da província do Bié terminaram, sábado, no município de Chitembo, acção de formação sobre procedimentos administrativos ministrado por técnicos do Instituto de Formação Administrativa Local (IFAL).
A formação, que teve a duração de 35 dias, cingiu-se aos módulos sobre regime jurídico, organização e tutela administrativa, delimitação de competências, gestão patrimonial, recursos humanos e de serviços municipalizados.
O governador provincial do Bié, Álvaro Boavida Neto, felicitou os administradores pelos novos conhecimentos adquiridos e apelou para uma maior responsabilidade nas acções a executar doravante nas suas áreas de jurisdição. Disse que o governo  vai intensificar a fiscalização da competência e habilidades dos responsáveis municipais e comunais para certificar a implementação da formação adquirida.
 Lembrou, também, que o governo do Bié tem desenvolvido programas que inscrevem a formação para competência de quadros com vista a melhorar a sua actuação e reconheceu que vários casos de insuficiência administrativa decorrem da falta de preparação adequada do homem.
Faustina Mbundo, administradora de Calussinga, valorizou esta acção formativa e sublinhou que os conhecimentos adquiridos servem de base para a aplicação técnica.

Tempo

Multimédia