Províncias

Água nas torneiras de Kunhinga e rede de energia está a melhorar

Matias da Costa | Kuito

 A população do município do Kunhinga, 30 quilómetros a norte da cidade do Kuito, volta a ter água canalizada. As obras de reabilitação da rede de distribuição, avariada há um ano, terminaram na semana passada.

População vai deixar de percorrer longas distâncias em busca de água
Fotografia: Jornal de Angola

 A população do município do Kunhinga, 30 quilómetros a norte da cidade do Kuito, volta a ter água canalizada. As obras de reabilitação da rede de distribuição, avariada há um ano, terminaram na semana passada.
A administradora local, Beatriz Napende Diniz, disse que, a partir de agora, as doenças causadas pelo consumo de água imprópria vão diminuir no seio das comunidades. Na região foram também construídos chafarizes, para que, segundo a administradora, a população deixe de percorrer longas distâncias em busca de água.
Beatriz Diniz disse que, há um ano, algumas pessoas ficaram privadas do abastecimento de água em consequência da avaria verificada na moto-bomba e no sistema de distribuição, cuja reabilitação esteve a cargo da construtora Emacil.
A reabilitação da infra-estrutura orçou em 3.380.000 kwanzas, retirados do fundo de gestão do município, atribuído o ano passado no âmbito do programa de descentralização municipal.
Para reforçar o abastecimento de água potável à população, a Direcção Provincial da Energia e Água entregou, este ano, oito poços de água à manivela.  Beatriz Diniz assegurou que a rede de distribuição de corrente eléctrica vai ser, nos próximos tempos, reforçada, fruto da aquisição, pela administração, de dois grupos geradores de 250 Kva cada, que serão instalados brevemente. 

Tempo

Multimédia