Províncias

Andulo assinala mais um aniversário

José Chaves | Andulo

A vila do Andulo, na província do Bié, celebra hoje 41 anos, desde que foi elevada à categoria de município, com claros sinais de progresso em quase todos os domínios.

Professores e alunos da vila têm melhores condições para o ensino e aprendizagem
Fotografia: Jornal de Angola

A vila do Andulo, na província do Bié, celebra hoje 41anos, desde que foi elevada à categoria de município, com claros sinais de progresso em quase todos os domínios.
Imagens de destruição durante o período de guerra fazem parte do passado. Os escombros deram lugar a várias infra-estruturas sociais, como escolas, hospitais, centros e postos de saúde, sistemas de captação e fornecimento de água potável, energia eléctrica, enquanto no domínio económico se assinala a reactivação de vários projectos agrícolas e a criação de novos.
A administradora municipal do Andulo, Maria Lúcia Chicapa, recorda que, com o alcance da paz definitiva, em 2002, o Governo criou programas que estão a permitir resgatar o potencial agro-pecuário a nível nacional.
“Hoje, temos um número considerável de infra-estruturas, umas construídas de raiz e outras recuperadas, enquanto a estrada para o Andulo está a ser reparada, possibilitando aos automobilistas e turistas uma viagem tranquila”, refere.
A administradora Lúcia Chicapa destaca a abertura de novas unidades sanitárias nas povoações de Etunda Tchissokokua, Chiombo, Sambalanda, Canduvene, Chioco, Chimonã e Cassumbi.Para satisfação dos habitantes, o município alberga o maior Instituto Médio Agrário da província do Bié. A instituição recebe, também, alunos internos e externos oriundos de outras regiões do país.
Para assinalar a data, a vila organiza até ao próximo dia 31 as suas festas, com inaugurações de várias infra-estruturas sociais, realização de feiras do livro e agro-pecuária e diversas actividades culturais, desportivas e recreativas. O Andulo possui um grande potencial turístico que aguarda por investidores. Na região, destacam-se as famosas águas termais de Tchitukuta, na localidade de Chilesso, comuna de Chivaulo e as quedas do Andulo, que vão ser estampadas nas futuras notas da moeda nacional.
A região possui igualmente um grande potencial hídrico, com destaque para os rios Kwanza, Cune, Cunhinga, Cutato e outros.

Tempo

Multimédia