Províncias

Associação doa colchões e cobertores a deficientes

Afonso Belo | Cuito

A Associação dos Jovens Angolanos Provenientes da Zâmbia (AJAPRAZ) doou, no último fim-de-semana, colchões e cobertores a deficientes físicos afectos às Forças Armadas Angolanas (FAA) no Cuito, capital da província do Bié.

A Associação dos Jovens Angolanos Provenientes da Zâmbia (AJAPRAZ) doou, no último fim-de-semana, colchões e cobertores a deficientes físicos afectos às Forças Armadas Angolanas (FAA) no Cuito, capital da província do Bié.
Roupa usada, televisores, rádios, muletas, cadeiras de rodas, cadernos, motorizadas de três rodas, capacetes, utensílios de cozinha e bens alimentares constam também dos bens doados. O comandante do batalhão dos deficientes físicos, major Júlio Guilherme, afirmou que os meios vão suprir algumas dificuldades que os deficientes atravessam.O oficial disse ser necessário que as demais organizações trabalhem igualmente no apoio daqueles que contraíram deficiência física na defesa da Pátria, cuja guerra culminou com o alcance da paz a 4 de Abril de 2002.
O presidente da AJAPRAZ, Bento Raimundo, afirmou que os bens distribuídos fazem parte do lote preparado pela associação para apoiar os deficientes, na sua maioria militares.
O gesto é um acto de solidariedade com os que contribuíram para a defesa da Pátria, em particular os do Cuito.
Bento Raimundo sublinhou que acções do género vão continuar e que os produtos doados visam contribuir para a deslocação, actualização da informação sobre a província, o país e o mundo, o melhoramento do ensino e da dieta alimentar.
O responsável apelou aos beneficiários das motorizadas no sentido de aderirem ao programa “Condução Segura, Vida Protegida”, lançado há dias pelo governo provincial do Bié, que visa reduzir a sinistralidade rodoviária na província.

Tempo

Multimédia