Províncias

Aumentam as cooperativas e associações de camponeses

Afonso Belo e Elsa |Cuito

O número de cooperativas e de associações de camponeses na província do Bié aumentou significativamente, fruto da execução do programa do fomento agrícola em curso na região, reconheceu, no Cuíto, o vice-presidente da União Nacional das Associações de Camponeses e Agricultores (UNACA).

Ao falar no termo de uma visita efectuada ao Bié, Albano da Silva Lussati, disse que os camponeses associados da província já beneficiaram de um financiamento do Programa de Desenvolvimento Rural. Além do financiamento, referiu, um total de 150.367 camponeses beneficiou de instrumentos de trabalho, como catanas, enxadas e machados, bem como de fertilizantes do Instituto de Desenvolvimento Agrário (IDA).
Em função do actual quadro, Albano da Silva Lussati perspectiva uma boa colheita de cereais e leguminosas na província, devido a regularidade das chuvas que se fizeram sentir durante a época agrícola 2013/2014.
O responsável da UNACA informou que os camponeses e criadores beneficiaram, também, de gado caprino e de galinhas para o repovoamento animal nas zonas rurais.

Tempo

Multimédia