Províncias

Aumentam casos contra seropositivos

Delfina Victorino | Cuito

O índice de discriminação contra pessoas portadoras do vírus da Sida a nível da província do Bié tem registado, nos últimos tempos, um aumento significativo, alertou ontem, na cidade do Cuito, o supervisor provincial do Programa de Combate à doença.

Campanhas de combate à discriminação de seropositivos têm cada vez mais apoiantes
Fotografia: DR

Adelino Camato disse que a falta de informação sobre a doença tem sido um dos factores que influenciam as pessoas a tomar atitudes que em nada ajudam o estado dos seropositivos.
A maior preocupação, neste momento, não está relacionada com o grande número de infectados mas com a forma como a sociedade trata os portadores do vírus da doença.
Com o aumento da discriminação de pacientes infectados com o vírus do Sida, o estado psicológico destas pessoas pode registar uma baixa, o que acelera o surgimento de mortes.
O supervisor provincial reconheceu a necessidade de se reforçarem os trabalhos de sensibilização junto das comunidades no sentido destas conhecerem melhor as formas de prevenção e de contágio da doença, para que os níveis de discriminação possam reduzir.
Para esta empreitada, Adelino Camato acrescentou que está a ser realizada uma série de actividades que envolvem algumas Organizações Não Governamentais, em que se expandem informações sobre a doença e como as pessoas devem relacionar-se com os portadores do vírus da Sida. Neste âmbito, o supervisor anunciou que novos postos de testagem voluntária vão ser abertos em algumas comunas e aldeias, no sentido de se evitar que as pessoas façam grandes caminhadas para ter acesso aos serviços.
Os casos de seropositividade são maioritariamente diagnosticados em mulheres e assim, Camato apela para que as mulheres recorram às unidades sanitárias e façam os testes, que são gratuitos.
“Dada a sua vulnerabilidade, as mulheres têm a obrigação de fazer testes regulares, principalmente durante a gestação, para se prevenir a transmissão do vírus ao bebé”, salienta o supervisor. Os municípios do Cuito, Camacupa e Andulo são os que possuem maior número de infectados pelo vírus da Sida. Em 2014, pelo menos 63.513 pessoas foram testadas em todos os municípios da província do Bié.
Em todos os municípios da província do Bié existem centros de testagem voluntária (CATV), implantados nos hospitais municipais, o que tem facilitado a população em conhecer o seu estado serológico.
Camato exorta as Administrações Municipais e Comunais a colaborarem mais nas acções que visam acabar com a discriminação das pessoas infectadas pelo vírus da Sida.

Tempo

Multimédia