Províncias

Autoridades do Cuito investem na Educação

Afonso Belo |Cuito

A administração municipal do Cuito investiu no primeiro trimestre do presente ano cerca de 127,6 milhões de kwanzas, referentes a 18 projectos nos sectores da educação, saúde, agricultura, energia e água e saneamento básico.

A administração municipal do Cuito investiu no primeiro trimestre do presente ano cerca de 127,6 milhões de kwanzas, referentes a 18 projectos nos sectores da educação, saúde, agricultura, energia e água e saneamento básico.
O administrador municipal do Cuito, Américo Capapelo, revelou tais dados quando apresentava aos munícipes as acções realizadas pela sua administração no primeiro trimestre de 2011, enquadradas no programa municipal de combate à pobreza.
“São no total 18 projectos executados e concluídos nos sectores da educação, saúde, agricultura, energia e água, saneamento básico e socialização, orçados em cerca de 127,6 milhões de kwanzas do fundo de gestão municipal”, afirmou.
Segundo o administrador, o sector da educação beneficiou de sete projectos, no valor de cerca de 58,2 milhões de kwanzas, para a reabilitação e ampliação de cinco escolas do I ciclo.
A aquisição de uma viatura de apoio às actividades de educação e ensino e de grupos geradores, para escolas, assim como a sua comparticipação na construção de dez residências para docentes, para um melhor desempenho, constou das actividades desenvolvidas no decurso do primeiro trimestre do corrente ano.Outro dado revelado pelo administrador prende-se com o investimento realizado no sector da Agricultura e Pecuária, para a aquisição de uma viatura equipada com instrumento de captura e evacuação de animais vadios, cujo investimento ficou orçado em cerca de 5,9 milhões de kwanzas.
Referiu também a aquisição de um gerador e a instalação do sistema de iluminação pública e domiciliar na comuna de Cambândua, num total de cerca de 31,1 milhões de kwanzas.
A aquisição de 27 contentores de oito metros cúbicos para depósito de lixo e um camião para recolha de resíduos sólidos, para o sector de saneamento básico, com um custo de cerca de 19,7 milhões de kwanzas, foi outra prioridade das autoridades locais.
O sector da saúde beneficiou de quatro projectos, com a comparticipação na construção de dez residências para médicos e aquisição de viaturas para as equipas móveis e avançadas do programa alargado de saúde.
O investimento público respeitou ainda ao programa de revitalização dos serviços de saúde, apoios na aquisição de bens alimentares para unidades sanitárias, entre outras acções no sector.
A administração municipal investiu também na aquisição de combustíveis e lubrificantes para os grupos geradores, ambulâncias e viaturas de apoio, cujo orçamento se cifrou em cerca de 11,4 milhões de kwanzas.
O administrador municipal do Cuito disse que, com a execução dos projectos nos sectores da educação, aumentou o número de salas e diminuiu o de alunos fora do sistema normal de ensino.
No sector da saúde, de acordo com o administrador, melhorou a qualidade dos serviços de assistência médica às populações e da dieta alimentar dos doentes, assim como a evacuação de pacientes.
Quanto ao saneamento básico, a cidade do Cuito já não apresenta problemas de lixo em locais impróprios. “A situação melhorou consideravelmente com a implementação de vários projectos. Vamos continuar a trabalhar”, disse.
Os projectos de saneamento básico, transportes e vias de comunicação, reforços à reforma institucional constam do programa municipal integrado de combate à pobreza para o município do Cuito no ano de 2011.     

Tempo

Multimédia