Províncias

Bié aposta na formação contínua de docentes

Delfina Victorino | Cuito

A Escola Superior Pedagógica (ESP) do Bié aposta na melhoria da qualidade do processo de ensino e aprendizagem, com a formação contínua dos docentes e quadros administrativos, afirmou o director-geral adjunto para área académica.

Evaristo Vitangui disse que aquela ESP tem 12 professores, que concluíram o mestrado em 2014 em Cuba e de Portugal e que há mais a serem formados nos mesmos países, com o apoio do Governo Provincial e do Ministério do Ensino Superior.  A inclusão do umbundo na ESP da província do Bié, como disciplina lectiva, declarou, está a surtir os efeitos preconizados, tendo em conta os interesses no processo de aprendizagem dos estudantes.
A ESP do Bié tem estudantes provenientes de várias instituições e devido às debilidades de base no ensino primário foram criados cursos de instrução primária e pré-escolar.  São também ministrados cursos de Psicologia, Física, Matemática e Geografia.
O principal objectivo da ESP é formar docentes que respondam as exigências da província e suprir as dificuldades educativas.Mais de 200 alunos de vários cursos terminaram a licenciatura, desde a abertura da escola em 2005
A ESP tem este ano lectivo mais de dois mil estudantes e 87 professores.

Tempo

Multimédia