Províncias

Bié quer mais competência com evolução da formação

O Governo Provincial do Bié continua empenhado em melhorar a competência dos quadros da área da Saúde, através da formação de nível superior na Escola Politécnica, propiciando conhecimentos académicos, científicos e técnicos qualificados aos enfermeiros.

Qualificação de enfermeiros é prioridade
Fotografia: Mota Ambrósio

O presidente da Ordem de Enfermeiros de Angola (ORDENFA) no Bié, Eduardo Elambo Caiangula, disse à Angop que o sue organismo tem realizado, em parceria com a direcção provincial da saúde, acções de formação de quadros, através de seminários e palestras nas instituições hospitalares.
As acções, adiantou, visam combater a falta de vocação profissional que contribui para a má prestação de serviços por parte de alguns enfermeiros das unidades sanitárias.
“Enfermeiros nestas condições têm geralmente dificuldades em tratar o doente como um ser humano, no respeito pela ética e deontologia profissional, daí o preocupação da ORDENFA”, frisou.  A Ordem no Bié tem 2.600 filiados.

Enfermeiros em Benguela />
A Associação Nacional dos Enfermeiros de Angola (ANEA) em Benguela comemorou segunda-feira, no município da Ganda, o Dia Internacional do Enfermeiro. Na ocasião, o presidente da ANEA em Benguela, Hilário Bernardo, durante o acto provincial, exortou os profissionais a terem mais atenção ao próximo, enaltecendo o papel desempenhado pela classe para o bem-estar das populações.
A celebração do 12 de Maio, Dia Internacional do Enfermeiro, serviu para os profissionais da Saúde fazerem uma reflexão e auto-avaliação sobre o desempenho dos profissionais. Foram ainda atribuídos certificados, artigos e bens a 12 trabalhadores que se destacaram ao longo do ano laboral, e certificados de mérito, troféu, medalhas e taças aos três primeiros classificados do quadrangular de futebol.

Tempo

Multimédia