Províncias

Bié regista melhorias na assistência

O vice-governador do Bié para a Esfera Técnica e Infra-estruturas, José Fernando Tchatuvela, afirmou ontem, na cidade do Cuito, que a assistência médica e medicamentosa às populações da região tem vindo a registar melhorias.

Já não há pacientes a serem tranferidos para outras províncias por falta de médicos especializados nas diferentes áreas do hospital local
Fotografia: Jornal de Angola

Em declarações à Angop, José Tchatuvela sublinhou que a presença de médicos nacionais e estrangeiros em diversas unidades sanitárias da província do Bié tem contribuído substancialmente para uma boa cobertura sanitária.
José Tchatuvela fez ainda referência ao atendimento condigno que se regista no Hospital Central do Bié, onde devido ao aumento de médicos já é possível efectuar consultas de diversas especialidades.
“Estamos satisfeitos, porque actualmente já não há pacientes a serem transferidos para  outras províncias por falta de um médico especializado nas diversas áreas do Hospital Central”, sublinhou José Fernando Tchatuvela.
A província do Bié tem uma população de dois milhões de habitantes, que são assistidos por 88 médicos, sendo 12 nacionais.

Sector social

As infra-estruturas sociais nas comunas da província do Bié  estão a permitir o melhoramento das condições de vida das populações, essencialmente no sector social. A informação foi prestada ontem, à Angop, pelo vice-governador para a Esfera Técnica e Infra-estruturas, José Fernando Tchatuvela, ­sublinhando que o Governo Provincial  construiu em 29 das 30 comunas sistemas de energia e água potável, escolas e centros médicos.
José Fernando Tchatuvela afirmou ainda que as autoridades governamentais construíram casas para os quadros da educação e saúde. Para o vice-governador do Bié, a colocação dos serviços à disposição dos cidadãos permitiu ao Governo Provincial atingir 99 por cento da satisfação das necessidades da população, principalmente no fornecimento de água potável e energia eléctrica.
José Fernando Tchatuvela informou ainda que os sistemas de abastecimento de água potável e energia eléctrica são modernos e que necessitam sempre de uma intervenção das autoridades governamentais da região, para que não haja cortes no abastecimento. Para tal, assegurou ainda que o Governo Provincial continua a desenvolver esforços no sentido de garantir os serviços às populações, cuja acção passa pela assistência técnica dos meios, formação de quadros e melhoria das condições de alojamento dos quadros. A província do Bié tem uma população de dois milhões de habitantes.

Tempo

Multimédia