Províncias

Bié vagas para a educação são insuficientes

A província do Bié necessita de pelo menos dois mil professores, para pôr cobro ao défice no sector da Educação, sendo por isso insuficientes as 983 vagas atribuídas à região.

Fotografia: DR

A constatação foi feita pelo director provincial do Gabinete de Educação no Bié, Basílio Caetano,  que considerou que as vagas cedidas pela estrutura central “estão longe de resolver o problema.”
Em declarações à Angop, a propósito do concurso público de admissão de novos professores, o responsável sublinhou que no presente ano lectivo estão fora do sistema de ensino, sobretudo por falta de docentes, mais de 80 mil crianças, com maior realce no interior da província.
Informou que estão apurados quatro mil 671 candidatos, que farão exame em todas as sedes municipais. Garantiu, no entanto, estarem criadas todas as condições para o teste de admissão, sobretudo humanas. 
O sector da Educação na província do Bié conta com 13 mil 997 professores, com um universo de mais de 600 mil alunos matriculados no ano lectivo em curso.

Tempo

Multimédia