Províncias

Camponeses aconselhados a aumentarem conhecimentos

Delfina Victorino | Cuito

O presidente da União Nacional dos Camponeses de Angola (UNACA) na província do Bié, Mariano Sassoma, garantiu na sexta-feira, no Cuito, haver uma aposta na formação dos agricultores da região.

O presidente da União Nacional dos Camponeses de Angola (UNACA) na província do Bié, Mariano Sassoma, garantiu na sexta-feira, no Cuito, haver uma aposta na formação dos agricultores da região.
O responsável da UNACA sublinhou ao Jornal de Angola que o surgimento das novas tecnologias impõe, também, a melhoria da formação académica dos agricultores, para melhorar os seus conhecimentos tendo em conta os desafios futuros.
“O sector da agricultura não está isento de novos sistemas de trabalho e, por isso, a UNACA tem a obrigação de ajudar os agricultores a integrarem-se no sistema escolar”, referiu Mariano Sassoma, notando que não existe uma idade limite para as pessoas continuarem a sua formação e munirem-se de conhecimentos técnicos e práticos.
Sem avançar quantos, disse, no entanto, que um número significativo de camponeses iletrados já está inserido no sistema de ensino. “Actualmente, a única metodologia praticada pela UNACA consiste na sensibilização dos camponeses para continuarem a sua formação e nos próximos anos vamos assinar um convénio com a Educação”.

Tempo

Multimédia