Províncias

Camponeses orientados a aumentar produção

Famílias camponesas do município do Andulo, 130 quilómetros a norte da cidade do Cuito, província do Bié, foram aconselhadas a aumentar a produtividade na presente campanha agrícola, no âmbito do programa de combate à pobreza.

Agricultores continuam a receber apoios
Fotografia: José Soares

Em declarações à Angop, o administrador municipal do Andulo, Moisés Américo Cachipaco Capapelo, frisou que face à crise internacional, com o baixo preço do petróleo, os camponeses devem ampliar a produção agrícola, de modo a ajudar o Governo a conter muitas despesas. 
Para a presente campanha agrícola foram cultivados cerca de 100 hectares de terra com culturas distintas, como milho, feijão manteiga, mandioca, batata rena e doce, entre outros. O aumento da produção contribui para o êxito do programa de combate à pobreza, que visa também oferecer alimentos suficientes no mercado nacional e contribui para a redução das importações de produtos, sobretudo os produzidos localmente.
As 631 famílias camponesas da comuna de Calussinga, no município do Andulo (Bié), beneficiam, desde o passado mês de Março, de acções implementadas pelo projecto de agricultura familiar orientado para o mercado Mosap, numa iniciativa do Ministério da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas.
O Instituto de Desenvolvimento Agrário no município do Andulo (IDA) controla 68 associações de camponeses e cinco cooperativas.

Tempo

Multimédia