Províncias

Casos de morte diminuem

João Constantino | Cuito

Os casos de malária têm diminuído de forma significativa, disse o director da Saúde no Bié.

Redução de casos de paludismo tem a ver com as técnicas usadas no combate à doença
Fotografia: Jornal de Angola

Os casos de malária têm diminuído de forma significativa, disse o director da Saúde no Bié.
José Gonçalves afirmou que, em 2011, a província registou 218.622 casos que resultaram em 390 mortes e que, no ano anterior houve 521.137 doentes e 571 óbitos.
O director provincial da Saúde disse que a redução da malária tem a ver com as técnicas no combate à doença, designadamente a luta anti vectorial, o uso dos mosquiteiros, o manuseio dos casos e a urbanização.
A malária na província, lembrou, é responsável por 35 por cento dos casos de mortalidade geral, 23 por cento das mortes infantis, 10 por cento de internamentos de mulheres grávidas, 55 por cento da utilização das unidades sanitárias periféricas e um quarto da mortalidade materna.
O vice-governador para a esfera política e social do Bié afirmou que o governo provincial está a criar as condições para reduzir, ainda mais, os casos de malária na província, pois “a saúde é a prioridade de qualquer sociedade”.
O representante da Organização Internacional para as Migrações (OIM), Daniel Silva, recordou que os casos de malária são um dos factores que contribuem para a fome e para a pobreza no seio da população.

Tempo

Multimédia