Províncias

Centenas de jovens inseridos no mercado de trabalho

Mais de 300 jovens da província do Bié foram inseridos no mercado de trabalho durante o primeiro semestre deste ano, informou ontem, na cidade do Cuito, o director da Juventude e Desportos, Carlos da Silva Ulombe.

Mais de 300 jovens da província do Bié foram inseridos no mercado de trabalho durante o primeiro semestre deste ano, informou ontem, na cidade do Cuito, o director da Juventude e Desportos, Carlos da Silva Ulombe.
Em declarações à Angop, sublinhou que os jovens conseguiram emprego através do programa de distribuição de instrumentos profissionais que o Ministério da Juventude e Desportos tem levado a cabo na região, com o objectivo de desenvolver acções que possam garantir o seu sustento e das suas famílias.   
Carlos da Silva Ulombe disse que a maior parte dos beneficiários se dedicava a actos de vandalismo, quando se encontravam na condição de desempregados, acrescentando que agora desenvolvem, com regularidade, actividades sociais que lhes permitem ganhar o seu sustento.
Assegurou que entre os meios entregues figuram ferramentas para a construção civil, para a prestação de serviços e para a produção agrícola e para as pescas. Além do Cuito, o programa beneficiou também os jovens dos municípios do Andulo, Camacupa e Catabola e no futuro vai abranger outras municipalidades, como as do Chinguar, Cunhinga, Nhârea, Chitembo e Cuemba.
De acordo com Carlos da Silva Ulombe, neste momento, a Direcção Provincial da Juventude e Desportos está a trabalhar em paralelo com o Conselho da Juventude local e outras associações públicas e privadas juvenis, no sentido de identificar os futuros candidatos a beneficiarem de outros meios.
Carlos da Silva Ulombe referiu igualmente que, em sincronia com os parceiros sociais, estão a ser estudados os mecanismos e critérios de distribuição de ferramentas profissionais para que não se registe descontentamento no seio dos jovens que não forem abrangidos agora.
Frisou que a maior parte dos jovens que podem beneficiar dos instrumentos de trabalho já foram formados em diversas especialidades para melhor desempenharem as suas actividades.

Tempo

Multimédia