Províncias

Chitembo espera boas colheitas

Delfina Vitorino |Cuito

Os camponeses do município do Chitembo receberam recentemente, do governo, fertilizantes, gado bovino e meios técnicos para aumentarem a produção na presente campanha agrícola.

A fertilidade dos solos e a abundância dos recursos hídricos permitem a prática de uma agricultura em grande escala no Chitembo
Fotografia: Pedro Miguel

Os camponeses do município do Chitembo receberam recentemente, do governo, fertilizantes, gado bovino e meios técnicos para aumentarem a produção na presente campanha agrícola.
Com esses meios, esperam-se boas colheitas do município, sobretudo dos camponeses, que também estão a beneficiar do crédito agrícola, segundo o administrador local, Daniel Mucanda.
O administrador destacou a fertilidade dos solos da sua área e a abundância de recursos hídricos que permitem a prática de uma agricultura em grande escala, notando que a Administração está seriamente apostada em implementar o programa do Executivo de combate à fome e à pobreza.
Daniel Mucanda reconheceu que hoje no Chitembo a intensidade da actividade agrícola ultrapassou a subsistência das famílias, passando para a comercialização interna e externa de cereais e outros produtos.  “O município pode, dentro de poucos anos, tornar-se num dos maiores celeiros do país”, referiu o administrador, apontado o milho, o feijão e a mandioca, sobretudo, como os produtos cultivados em grande quantidade.
 “Vamos aproveitar, contudo, a existência de escolas ligadas ao cultivo de produtos diversos, para incentivar e educar a população a diversificar a produção de bens agrícolas, pois estamos a traçar políticas nesse sentido”, explicou.
Na campanha agrícola 2010/­2011 foram investidos 350 milhões de kwanzas, o que é um indicador para a obtenção de boa colheita e garantir a segurança alimentar e nutricional à população, como assegurou o director da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas, Marcolino Sandemba.
Revelou haver crescimento noutros sectores, como avicultura e pesca artesanal em todos os municípios e garantiu que a presente campanha agrícola será melhor que as anteriores, fruto da “aposta feita pelas entidades governamentais”.
Marcolino Sandemba afirmou que, apesar da implantação do comércio rural, ainda persistem problemas com a comercialização e escoamento dos produtos cultivados, para os grandes centros de consumo.

Chuvas provocam danos

No Chitembo, a chuva que actualmente cai com muita intensidade está a provocar o desabamento de várias habitações da população, à qual a administração municipal, em parceria com os Serviços de Protecção Civil, tem distribuído chapas de zinco. Postos de saúde e outras infra-estruturas também não têm sido poupadas.

Tempo

Multimédia