Províncias

Cidade do Cuito sofre restrições no abastecimento de água potável

Mário de Carvalho | Cuito

O abastecimento de água à cidade do Cuito, província do Bié, está a sofrer sérias restrições, devido às fortes chuvas que se abatem sobre a região e que provocaram impurezas na bacia de captação.

O abastecimento de água à cidade do Cuito, província do Bié, está a sofrer sérias restrições, devido às fortes chuvas que se abatem sobre a região e que provocaram impurezas na bacia de captação.
Segundo o coordenador da estação de captação e tratamento de água do Cuito, engenheiro Aurélio Chipilica, nesta altura realizam-se trabalhos de limpeza do local, mas a quantidade de água tratada e distribuída ainda é insuficiente para atender a procura.
Os trabalhos são realizados com alguma frequência para que a população não fique totalmente privada de água canalizada, disse Aurélio Chipilica. Adiantou,ainda, que as características físicas da cidade dificultam o abastecimento regular de água, por ser muito inclinada, e defendeu, por isso, um estudo minucioso.
“A rede de distribuição foi instalada de forma uniforme, com uma tubagem de 250 milímetros, desde a parte alta até à baixa da cidade, implicando a descida do maior volume de água para a zona inferior e uma produção constante, denotando um erro na concepção do projecto”, referiu.
A central de captação do Cuito tem capacidade de bombeamento de 320 metros cúbicos por hora, para um tanque de armazenamento de quatro mil metros cúbicos.

Tempo

Multimédia