Províncias

Combate à fome nas prioridades

Delfina Victorino e Matias Costa| Cuito

O programa de combate à pobreza continua prioritário para o Governo Provincial, disse ao Jornal de Angola o director da Agricultura no Bié, que recordou que a população é maioritariamente camponesa, pelo que se impõe diversificar a agricultura

O programa de combate à pobreza continua prioritário para o Governo Provincial, disse ao Jornal de Angola o director da Agricultura no Bié, que recordou que a população é maioritariamente camponesa, pelo que se impõe diversificar a agricultura.
Marcolino Sandemba referiu que a criação de cooperativas se destina a melhorar os níveis de produção.
 “A segurança alimentar e o combate à pobreza somente podem ser alcançados se os camponeses estiverem organizados e souberem o que pretendem conseguir”, afirmou.
Por outro lado, directores de vários sectores e administradores municipais do Bié terminaram ontem, no Cuito, a participação num seminário sobre a visão e políticas na gestão do território.
No seminário, promovido pelo Ministério do Urbanismo e Habitação, foram tratados, entre outros, temas relacionados com aspectos legais do ordenamento do território na província, caracterização e potencialidades das áreas.
O vice-governador para os Serviços Técnicos e Infra-estruturas disse que a realização do seminário era oportuna devido à necessidade de combater o desfasamento no ordenamento territorial da província.
José Tcatuvela realçou a importância de haver maior acompanhamento nas intervenções sectoriais dos serviços básicos.

Tempo

Multimédia